quinta-feira, 8 de abril de 2010

ÍCONES DA MODA BRASILEIRA

Semana passada finalizei as aulas do meu módulo, no curso técnico de estilo e coordenação de moda do SENAC, solicitando um trabalho aos meus alunos, que versasse sobre um profissional de moda, cuja trajetória tivesse sido de grande valia à área, interferindo diretamente, no desenvolver da mesma, mudando assim o paradigma de pensar moda no Brasil. Entre estes, sorteei para um dos grupos, Marília Valls, grande profissional de expressão nacional, que inaugurou o ready to wear nacional ou fast fashion, como alguns preferem.
Bem, a surpresa, de forma ruim, diga-se de passagem, foi a de que os alunos, literalmente, penaram para encontrar alguma coisa sobre ela. Não fosse um livro, que lhes emprestei, escrito pela jornalista Ruth Jofilly, eles estariam sem nenhuma informação a seu respeito.
Outros grupos viveram semelhante via crucis para encontrar informações sobre Zuzu Angel e Gil Brandão.
Isso me levou a refletir, que assim, como em outras áreas, na moda, também, o Brasil vive cambaleando, em termos de valorizar o que é da terra. Muito mais fácil buscar lá fora, quando, aqui, há um pulular de referências, de comportamento de moda, tanto no passado, quanto gente transformando o presente e, ainda, outros preparando o futuro.
Ufanismo, à parte, que tal abandonarmos essa peja de coloniados e passarmos de vez a olhar, aqui, para o que temos de bom? Olhar para o próprio umbigo, às vezes, faz um bem danado!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja sempre bem vindo ao meu Blog. Muitíssimo obrigado, pela visita simpática!